domingo, 5 de dezembro de 2010

Parto normal ou Cesariana

Recentemente foi emitido um Relatório da Comissão para a Redução da Taxa de Cesarianas da ARS Norte. Este documento faz um levantamento da realidade no que se refere ao número de cesarianas em oposição ao número de partos naturais. A Ministra da Saúde refere que a cesariana deverá ser uma opção clínica quando o parto natural não é possível.
É referido que Portugal é um dos países europeus com maior taxa de cesarianas.

Vejamos, então quais as vantagens do parto normal:

Tem menos complicações, ou seja, dá menos infecções e necessita de menor intervenção do médico;
A permanência no hospital é breve, geralmente de 24 horas ou menos;
Tem menor custo para os pais;
A mãe retorna mais rapidamente às actividades normais. Pode sentir algumas cólicas devido à contracção e diminuição do útero;
O útero volta mais rápido ao tamanho normal, evitando hemorragias;
A função respiratória do bebé é tendencialmente melhor do que se nascer por cesariana;
A mãe pode abraçar e amamentar o filho logo ao nascer.

Gostava que deixassem aqui a vossa experiência e opinião acerca deste assunto.